Robert Kubica admite que ficou "surpreso" quando a Ferrari decidiu se inscrever Carlos Sainz como um substituto para Sebastian Vettel próximo ano.

"Se o relacionamento não foi bom e não melhorou, é melhor tomar uma decisão", disse o piloto polonês ao Corriere della Sera.

"Fiquei um pouco surpreso, mas não acho que a decisão tenha sido tomada recentemente. A Ferrari sempre tem planos precisos e dinheiro não tem nada a ver com eles", acrescentou Kubica.

De fato, acredita-se que Kubica, agora com 35 anos, estava indo para Ferrari para o futuro, quando sofreu ferimentos permanentes no braço em um acidente de rally em 2011.

"Eu terminei com eles", admite Kubica, antes de brincar: "Agora até evito comprar carros vermelhos".

Quanto à última decisão da Ferrari, ele disse: "Sainz é uma escolha ousada.

"Ele nunca dirigiu na frente e isso pode ser um problema quando eles estão buscando grandes resultados. Bottas ou Ricciardo teriam sido opções mais seguras".

Kubica também está impressionado com Max Verstappen.

"Acho que Max é muito esperto e pronto para conquistar um título", disse ele. "Resta ver como ele se comportará quando fizer isso, mas eu apostaria imediatamente que ele seria campeão".

Finalmente, Kubica disse seu retorno à Fórmula 1 com Williams no ano passado pode ter tido um resultado diferente se Bernie Ecclestone ainda estava no comando da F1.

"Oito anos de ausência são muitos", disse ele. "Muitos pilotos, até muitos jornalistas nem me conheciam, e mesmo aqueles que administram o esporte não fazem isso a vida inteira.

"Se Ecclestone estivesse lá, as coisas provavelmente teriam sido diferentes."


Confira mais itens neste site sobre:

Qual a sua opinião dos fãs da F1?

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados com *

Por favor siga o nosso directrizes de comentários.